FAIXA BACKGROUND-04.png
BOTÃO PROGRAMAÇÃO-01.png

CURADORIA

Em meio ao distanciamento e aos desafios que se coloca sobre o momento artístico e histórico que vivemos no Brasil, qual o papel de um festival de arte?  

Nós, apontamos as estrelas, as luzes, as inspirações e sobretudo, os esforços de tantos artistas  que fizeram do criar um modo de vida e de contribuir para que o mundo subjetivo pudesse emergir como pequenas faíscas no enfrentamento de aridez de um país assolado pela peste

O FilteBahia 2021, através de um formato online, traz consigo uma programação que aponta para atravessamentos e polinizações de processos criativos intensos, que fizeram construir, na escuridão, sem lugar certo com ponto de chegada, diversas produções, que tratam de temas diversificados, com existências ligadas por linhas imaginárias, cada uma delas como um ponto de luz, na Terra. 

O Festival desenha, para esta edição, com esses pontos de luz, uma constelação imaginária, que revela as dimensões e forças cintilantes de diferentes modos de criação neste momento da vida. grupos internacionais, nacionais e grupos baianos, formam um céu-programação com diferentes desenhos e maneiras de emitir suas luzes.

Daniele Avila Small PH Ricardo Laf (1).jpeg

Daniele Avila Small

É crítica e pesquisadora de teatro. Doutora em Artes Cênicas pela UNIRIO, onde também fez a graduação em Teoria do Teatro, e Mestra em História Social da Cultura pela PUC-Rio. Autora do livro O crítico ignorante (Editora 7Letras) e idealizadora e editora da revista Questão de Crítica desde a sua fundação em 2008.

Francis.jpeg

Francis Wilker

É artista da cena, pesquisador, curador e professor no curso de Teatro do Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará. É um dos fundadores do grupo brasiliense Teatro do Concreto. Como curador, colaborou com os festivais Cena Contemporânea (DF); FIAC-BA (BA), Festival Nordestino de Tetro de Guaramiranga (CE), MITbr (SP) entre outros. Doutor e Mestre em Artes Cênicas pela ECA-USP.

Luis Alonso.jpeg

Luis Alonso-Aude

Artista Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC (Ufba). Diretor artístico do coletivo Oco teatro Laboratório e do FilteBahia. Membro permanente do grupo internacional de pesquisa teatral Bridge of Winds. Coordenador do Núcleo de Laboratórios Teatrais do Nordeste (Nortea). Tradutor e organizador da Coleção Dramaturgia e Teoria Teatral Latino-Americana. Editor da Revista especializada em artes cênicas Boca de Cena.